Dicas para o CV

ELABORANDO SEU CURRÍCULO

Finalidade:

O currículo funciona como uma pré-venda. É necessário que tenha atrativos que venham despertar o interesse do leitor. A finalidade principal de um currículo é despertar no leitor o interesse em conhecê-lo. É uma ferramenta de marketing que tem como finalidade gerar uma entrevista. É na entrevista que o profissional realmente fará a venda de sua capacidade. O currículo é a pré-venda, ele tem que ser positivo, conciso, consistente e claro.

As anotações obtidas no capítulo anterior servirão de base para a elaboração de seu currículo e sobretudo da definição de objetivos.

Apresentação

Papel: preferencialmente branco; se colorido, discreto e suave.
Tamanho: duas folhas; excepcionalmente três.
Não utiliza papel timbrado de empresa.
Use sentenças curtas, em parágrafos curtos, para facilitar a leitura.
Dados Pessoais – 1
Nome completo
Ano do nascimento se você já passou dos quarenta anos.
Estado civil.
Número de filhos. Se mais de três, mencione apenas filhos.
Endereço completo
Telefone para contato. Colocar pelo menos dois de locais diferentes.

Formação Acadêmica – 2

Se você possui curso superior, é porque tem o segundo grau, o primeiro, o pré, etc…
Mencione o segundo grau se for um curso técnico de importância.

Habilidades – 3

A. Conhecimento de Línguas

Não seja medroso. Normalmente as empresas pedem mais do que necessitam.
Se você consegue se comunicar em uma língua estrangeira, mesmo que não tenha boa redação, você tem bons conhecimentos dessa língua, e não apenas noções.

B. Cursos e Viagens

Mencione os realmente importantes, sobretudo quando se trata de especialização (cursos longos), ou mencione vários, diversos, muitos cursos de atualização. Estes cursos geralmente são rápidos, de poucas horas e tem por objetivo mostrar que você é uma pessoa preocupada em estar atualizada.

Viagens Profissionais: Estados Unidos, Europa, Oriente Médio, Países da América do Sul. Para estágios, treinamento, negociações, compras, vendas, realização de palestras, etc.

C. Microinformática

Cite se você é usuário ou especifique o que conhece, mesmo que não esteja ligado à sua atividade principal, desde que seja de interesse.
Se o uso de microcomputador estiver diretamente ligado à sua atividade profissional é importante entrar em detalhes.

Objetivo Profissional – 4

É a área onde o você pretende atuar.

O leitor de um currículo, quer saber em primeiro lugar o que você está procurando. Por isso o objetivo tem que ser claro. O leitor não pode ter dúvidas sobre suas preferências.

O objetivo pode aumentar ou diminuir o leque de oportunidades, dependendo de como ele é apresentado.

Exemplos:
Área financeira (genérico).
Gerente financeiro (genérico)
Gerente financeiro em empresa de varejo (específico)
Gerente financeiro em empresa de médio porte (direcionado)
Gerente financeiro em empresa comercial/industrial (genérico)
Gerente financeiro em indústria farmacêutica (específico)
Gerente de Contas a Pagar
Gerente de tesouraria
Assistente de Recursos Humanos / Assistente de
Seleção

É comum um profissional ter objetivos múltiplos. Se isso acontecer com você, faça currículos específicos (um para cada caso), se forem radicalmente diferentes, como por exemplo: Diretor de Marketing / Diretor de RH.

Resumo das Qualificações – 5

Fazer um apanhado claro, atraente e positivo, como no máximo trinta linhas, das principais qualificações, ___ anos de atuação – de vivência em _____ desenvolvendo – criando – coordenando – comandando – atuando – gerando – elaborando – concebendo – apoiando – ampliando – eliminando – treinando – inovando – fornecendo – gerando – unificando – resolvendo – construindo – ganhando – normalizando – reorganizando – aumentando – diminuindo e outros verbos que apresentem ação positiva.

Cite os pontos fortes de sua qualificação.

Exemplos de Resumos:

Objetivo: Gerente das áreas de Engenharia e Manutenção Sumário: Gerente de engenharia/manutenção com grande experiência em Dirigir o planejamento, construção e projetos de expansão de fábricas, na Faixa de US$ 50.000 a US$ 9.000.000. Completei com êxito projetos Dentro do prazo e orçamentos estabelecidos. Implantei (e mais tarde informatizei) a manutenção e controle dos equipamentos e instalações de produção com um orçamento anual de US$ 2.000.000.

Objetivo: Diretor de Recursos Humanos

Sumário: Vivência no desenvolvimento e implantação de estratégias de Recursos Humanos voltadas para a consecução dos objetivos do negócio. Gestão das áreas de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Recrutamento e Seleção, Administração de Salários e Benefícios e Administração de Pessoal. Grande experiência e envolvimento em negociações sindicais. Experiência internacional, inglês fluente e pós graduação em Administração de Negócios complementam minha formação.

Trajetória Profissional – 6

  • O que pesa realmente são os últimos cinco a dez anos; dependendo da atividade até menos.
  • Comece do último ou atual para o primeiro emprego.
  • Mencione o nome da empresa, se nacional ou multinacional, ramo de atividade e porte, mormente se ela não for muito conhecida.
  • Data de admissão e desligamento
  • Função inicial e final (progresso)
  • Atividades desenvolvidas (realizações) usando a mesma linguagem positiva das qualificações e quantificando as ações, sempre que possível, (aumentei em X% – criei Y – eliminei Z ou Z%), sobretudo quando não foram bem definidas nas qualificações.
  • Evitar termos: meteórica – ascendente – bem sucedida – comprovada. (Auto elogio é redundância, pois ninguém fala mal de si próprio).
  • Cuidado com termos vagos: muito – pouco – noções – alguns – vários, etc., a não ser que seja estratégico. (Você entregaria seu carro a uma pessoa que diz: “eu dirijo mais ou menos…”).

Sugestões úteis

• lay-out merece uma atenção especial.

• Inclua apenas informações suficientes para despertar o interesse do “comprador”

• Não inclua sua pretensão salarial. Pode ser um fator de eliminação imediata ou interromper a negociação logo no início. Faça uma pesquisa primeiro, e reserve esse item para discutir pessoalmente durante uma entrevista.

• Não inclua referências e nem é necessário mencionar “referências disponíveis”. Isso vem mais tarde, quando ambas as partes concordarem que há grande interesse.

• Evite frases ou parágrafos complicados.

• Não “inche” demais seu currículo; reserve seu material para a entrevista.

• Peça a alguém para fazer uma revisão, antes de imprimi-lo na forma final.

• O ideal para um currículo são duas páginas. Em circunstâncias especiais, ele pode ser maior.

• Um tipo de letra menor permitirá um volume maior de informações em cada página sem parecer abarrotado, contanto que não dificulte sua leitura.

• Evite abreviações e jargão profissional que não sejam de uso comum, a não ser para ilustrar o conhecimento de alguma área específica.

A Consistência do Currículo

Lembre-se que seu currículo é uma conseqüência do processo de reflexão do capítulo anterior. Se seus objetivos ficaram claros, a seleção dos dados para o currículo será facilitada. O currículo deve refletir o direcionamento para um objetivo, mesmo que ele não esteja expresso.

A seguir, no anexo deste capítulo, apresentamos modelos de currículos que podem ser usados como sugestão. Converse com seu consultor e apresente-lhe a versão de seu currículo para sugestões e criticas.

Se alguem precisar do modelo dos cv´s, me envie um e-mail para contato@rhautomotive.com.br

Fonte: Roemer Hunting do Brasil

Coloque no Currículo os Resultados Obtidos

Colocar no currículo os resultados obtidos nas empresas que passou pode chamar muito a atenção dos selecionadores e empresários, e por consequência, torná-lo mais competitivo.

Mas faça isso sob uma forma quantitativa, assim :

Principais Resultados Obtidos :

– Sucesso na captação de US$ 50 milhões a juros de 4% ao ano para investimentos em infra-estrutura da indústria…

– Aumento de 10% no market share da companhia…

– Renegociação de contratos, envolvendo mais de R$ 60 milhões com uma redução de custos na ordem de 5%…

– Implantação de mais 13 filiais da empresa em todo o território nacional…

Tenha sempre em mente algum executivo da empresa que possa confirmar as informações, em caso de necessidade.

Procure dar prioridade para resultados mais recentes, claro que isso agrega muito mais valor ao currículo…

Não esqueça de colocar esse título em negrito para chamar a atenção.

Coloque no Currículo um Resumo de Qualificações

O principal objetivo do currículo deve ser o de destacar seu valor para um potencial empregador, levar você a ser chamado para uma entrevista.

Para tanto, seu currículo deve se destacar pela boa apresentação visual, ser sucinto e de fácil compreensão e não conter erros de ortografia.

O que chama a atenção do selecionador, e na verdade até facilita a vida dele, é a colocação de um Resumo de Qualificações logo no início, após o Objetivo…

Isto faz com que ele já tenha de início uma noção resumida de suas principais qualidades profissionais e pessoais, portanto, levando-o a prosseguir na leitura do seu currículo.

Com apenas sete ítens você consegue dar uma boa noção para o selecionador :

RESUMO DE QUALIFICAÇÕES

– Tenho mais de 20 anos de experiência como Controller.
– Profunda experiência na reestruturação de empresas.
– Habilidade em montar, gerenciar e motivar equipes de trabalho.
– Domínio de informática, com ênfase para ERP Datasul.
– Pessoa de fácil relacionamento. Forte em controles de gestão.
– Espírito de equipe e liderança. Administrador focado em objetivos.
– Implantei a Controladoria em várias indústrias na Europa e U.S.A.

Viu como é simples? Em apenas 7 linhas você traça um perfil geral para o selecionador…

A Importância dos Idiomas no Currículo

Parece que não nos damos conta do grau de importância quando mencionamos o idioma no currículo : inglês fluente, espanhol fluente. Ocorre que não mencionar o nível de conhecimento desses outros idiomas pode se tornar um erro grave, ou até mesmo em sérios transtornos.

Lembre-se: não vale a pena enganar. Você pode ser surpreendido com um teste cara a cara e se dar mal. Aliás, se descobrirem qualquer falcatrua no seu currículo você será dispensado na hora.

Os cursos feitos no exterior são extremamente importantes. Os trainees que fizeram intercâmbio e trabalharam entregando pizza, limpando piscinas, ou qualquer atividade do tipo, ganham ainda mais crédito. Por isso não tenha vergonha de dizer como foi sua vida lá fora.

O critério é o seguinte: ou você sabe falar fluentemente um outro idioma, ou não sabe. É melhor você falar que seu espanhol é apenas básico, ao invés de dizer que sabe se virar muito bem. Ou você tem um inglês avançado, ou seja, conversa, lê e escreve normalmente, ou tem inglês de turista. Portanto, cuidado ao colocar no currículo que seu inglês é fluente. Nunca deixe de explicar esse grau de fluência, sim porque muitas empresas exigem apenas que o candidato tenha um inglês intermediário, principalmente para leitura de e-mails, relatórios, etc…

Importante mesmo é ser objetivo, sincero consigo mesmo e não enganar. Reflita : atualmente você sabe que não vai longe sem inglês e espanhol e no futuro até sem mandarim (da China), então procure investir em um bom curso, mas não esqueça que precisa gostar de aprender o idioma, porque obrigatoriamente estará envolvido com a cultura do país de origem.

A importância do Objetivo no currículo !

Tenho notado que as pessoas parecem confusas com relação à colocação do Objetivo no currículo. Costumam misturar os assuntos : meu objetivo é crescer na vida, ajudar a empresa… ou também colocam : área administrativa, comercial ou produção…

Pessoal, a colocação do objetivo deve ser bem clara e concisa, ou seja, você deve comunicar ao empresário qual o objetivo, o foco da sua atividade como profissional, o que você está propondo para que ele lhe contrate. Nesse objetivo estão todos os seus esforços de sua vida acadêmica e profissional.

Portanto, seja bem claro e único, tipo Objetivo : Analista de Custos Pleno. Objetivo : Gerente Nacional de Vendas.

Caso você tenha habilidades em outra área correlata, deixe dois ou mais currículos prontos, exemplo : um para Analista de Controladoria Sênior, outro para Analista de Custos e Orçamentos Sênior.

Nunca coloque áreas misturadas como o objetivo principal, ou frases de seus objetivos na vida, isso além de dificultar o entendimento do selecionador, faz com que seu currículo corra o risco de ser descartado…

Dinâmica de Grupo : Dicas Rápidas !

Participar de dinâmicas de grupo, às vezes parece até incômodo, mas como em todo processo de seleção, você será observado e analisado. Não deixe que essa situação interfira na sua atuação. Por isso, seguem algumas dicas para que você aumente as suas chances de se dar bem em dinâmicas de grupo :

1 – Cuide de sua apresentação pessoal, lembre-se: a primeira impressão é a que fica…

2 – Não fume e desligue o celular.

3 – Não entre mudo e nem saia calado da dinâmica, tenha iniciativa, mas também não force a situação, apareça só na hora certa.

4 – Mostre-se criativo, criatividade é muito bem vista nas dinâmicas, mas não fuja da ideia inicial sugerida…

5 – Se tiver uma grande ideia, coloque destaque nela.

6 – Mostre seu lado de trabalho em equipe e seu perfil de liderança, tem gente de olho nisso em você…

7 – Faça com que todos notem que você está atualizado, mas sem exageros…

8 – Não fale mal da empresa anterior e evite conversas paralelas ao tema proposto.

9 – Não finja ser uma pessoa que você não é… seja autêntico.

10 – Se você se sair bem nessa dinâmica, mesmo que não for contratado, seu nome será sempre lembrado ou indicado para outras empresas, pense nisso… não desista !

Perguntas Possíveis na Entrevista de Emprego

– Conte-me de você. As empresas, a carreira e o que fez nesse período…
– Quais são seus pontos fortes?
– Quais são seus pontos fracos?
– Quem foi seu gerente ou diretor? Pode descrevê-lo?
– Com que tipo de personalidade você consegue trabalhar melhor? Por que?
– Por que você quer este emprego?
– Como é que você gostaria de estar em sua carreira profissional daqui a cinco anos?
– Conte-me da conquista de que você mais se orgulha.
– De que forma estabeleceria sua credibilidade rapidamente com a equipe de trabalho?
– Como sentiria-se trabalhando para alguém que conhecesse menos do que você?
– Como descreveria a empresa ideal para se trabalhar?
– O que atraiu-lhe a esta empresa?
– O que você procura em termos de desenvolvimento de sua carreira profissional?
– O que você procura em termos de cultura de trabalho : um ambiente já estruturado ou um ambiente em que você tenha espaço para ser mais empreendedor?
– De que gosta de fazer?
– Dê alguns exemplos de idéias que teve ou realizou.
– Quais são seus sonhos de vida?
– Qual é o seu objetivo profissional?
– Como você descreveria seu estilo de trabalhar?
– Conte-me de algum caso em que você teve que resolver um conflito no trabalho.
– Qual foi o último livro que leu?
– Quais revistas você gosta?
– Qual seria a situação de trabalho ideal para você?
– Por que devemos contratar-lhe?
– De que característica menos gostou de seu último emprego?
– Qual opinião você tem do seu último chefe?
– Que avaliação você me daria como entrevistador?
– Você quer fazer alguma pergunta?
– Quando foi que sentiu-se mais satisfeito com seu trabalho?
– O que pode fazer neste emprego que os outros candidatos não poderiam fazer?
– Quais são as três coisas positivas que seu último chefe contaria de você?
– Qual é a coisa negativa que seu último chefe contaria de você?
– Qual é o salário e os benefícios que você procura?
– Quais foram suas responsabilidades em seu último emprego?
– Que conhecimento tem desta empresa?
– Que referências tem de nossa empresa?
– Quanto tempo levará para você poder começar a fazer uma contribuição significativa ao trabalho?
– Se for preciso, estaria disposto a instalar-se numa outra cidade para este emprego?
– Qual foi o último projeto que você liderou, e qual foi o resultado desse projeto?
– Se você conseguir este emprego, quais seriam seus objetivos para o trabalho?
– Dê um exemplo de algum caso em que você ultrapassou as expectativas com relação a projetos de sua responsabilidade.

Espero ter ajudado um pouco…

Análise de currículo grátis : jcarlos@novosplanos.com.br

João Carlos
Headhunter dos Novos Planos

por Therese Droste
Colaboradora do Monster

Todo mundo quer tirar o máximo do bolso do empregador. Mas quando chega na hora da entrevista, a questão salarial faz o candidato tremer. Uma razão para o nervosismo é que discussões sobre salário nos forçam a negociar. Ganhar o salário desejado requer uma ação ativa da sua parte. Escolha as suas palavras com cuidado e não fique com medo de redirecionar um pergunta direta. Aqui estão algumas dicas para não perder o controle na hora da negociação.

  1. Como Lidar com Candidaturas que Pedem o seu Histórico Salarial
    Diane Browsky, que trabalha com recrutamento de executivos, aconselha os candidatos a não incluirem informações sobre salários. “É verdade, quando a informação está em branco, você corre o risco de não ser selecionado porque não há indicação de salário. No entanto, existe um grande risco de se vender a um baixo custo porque você não sabe qual é o verdadeiro preço”.

    Ao invés disso, escreva que você espera um salário equivalente à sua experiência e às responsabilidades do cargo. Você também pode escrever, “negociável”, porque, francamente, o salário sempre é negociável.

  2. Quanto você está ganhando?
    Responda com cuidado. Diga que o seu novo trabalho, em consonância com as suas qualificações, não se compara ao seu emprego atual. Assim, seu salário atual não é um bom indicador de quanto você poderá ganhar. “Responda: Quanto eu estou ganhando não é importante”, diz Diane. “O que é importante é se as minhas qualificações correspondem com as suas necessidades, e eu tenho certeza que o meu nível salarial será justo”. Isso mostra auto-confiança.

    Além disso, o seu salário pesa na balança se há dois candidatos, comenta Diane. Se atualmente seu salário está abaixo das suas qualificações, responder essa pergunta de maneira direta vai te atrapalhar. “E se você trabalhar para um organização sem fins lucrativos e o seu salário for menor que os dos outros candidatos com a mesma qualificação e experiência. No entanto, os outros têm um melhor salário porque a empresa atual deles oferece salários competitivos? Você pode ser contratado por um valor menor do que outra pessoa. O último salário não é o mais importante, mas sim as qualificações, a experiência e o que você pode fazer pela organização”.

  3. Peça para Empregador Dizer a Quantia Antes
    Todo empregador tem um nível salarial em mente que pode ser aumentado, diz Diane. “Eles têm uma informação desconhecida. Quando você não sabe o que o empregador tem em mente, você pode se subjulgar. Empregadores vão jogar com isso. Depois, você vai descobrir que alguém a duas baias de distância está fazendo mais dinheiro que você pelo mesmo trabalho”. Então, descubra qual é a faixa salarial antes de dizer suas expectativas.

    Se a faixa salarial está abaixo do desejado, diga que você espera um valor X. E este X tem que estar de 10 a 20 por cento maior do seu salário atual. Se você for mal pago no seu cargo atual, aumente mais ainda.

  4. E se Você For Forçado a Indicar uma Quantia?
    Diga uma faixa salarial que reflete o salário desejado. E lembre-se: os empregadores sempre vão considerar o piso da sua oferta como seu teto salarial. Se você ganha $3.000 por mês, considere uma faixa de $3.600 a $4.000.

  5. Se Prepare para Pesquisar
    Pesquise o que os outros estão ganhando. Contacte organizações profissionais e obtenha listas dos seus salários anuais. Leia publicações sobre suas carreiras. Faça contatos e procure na Internet para descobrir o que os outros no mesmo ramo de trabalho estão ganhando.

  6. Nos Mostre o Seu Holerite
    Se um empregador contactar seus antigos empregadores para verificar o seu salário, pense duas vezes sobre a proposta. Para ser sincero, você realmente quer trabalhar com alguém que vai intimidá-lo? “Se eles te incomodarem durante a entrevista, num ponto em que eles deveriam te impressionar, pense como será quando você for trabalhar nesta empresa”, diz Diane.

    Finalmente, você não quer somente um bom salário, mas também respeito. E somente irá colher muitos frutos um trabalho com uma relação de respeito mútuo entre empregador-funcionário.


10 erros em entrevistas e dinâmicas

Quem está enfrentando a maratona de dinâmicas e entrevistas em busca de um estágio pode comemorar. O Nube separou os 10 principais erros cometidos em processos seletivos. Assim, você se prepara e já sabe como melhorar sua participação e conseguir uma boa oportunidade. Confira:

1. Português: Esse é um ponto muito importante. Falar e escrever corretamente, sem o uso de gírias, conta muitos pontos para o candidato. Procure não utilizar vícios de linguagem como “né” e “tipo”. Fale com calma para sua pronúncia ser correta e não soltar, por exemplo, um “tamém” ao invés de também. Caso perceba o seu erro, corrija-se, pois dessa forma o entrevistador sabe de seus conhecimentos.

2. Vestimenta: Saber se vestir é primordial. Decotes, roupas curtas ou justas, calças muito baixas mostrando as roupas íntimas e camisetas de times devem ficar guardadas para outras ocasiões. Evite roupas sujas e amassadas e aposte em cores neutras como preto, marrom, bege e branco. Quando receber a ligação sobre a vaga, pergunte qual o tipo de traje adequado. Nem todas as vagas exigem o uso de roupas sociais. Na dúvida é melhor estar bem trajado, pois demonstra sua preocupação com o momento. Os sapatos devem estar limpos e não muito velhos.

3. Falta de Ética: Falar mal sobre pessoas e empresas pelas quais você passou não é bom para sua imagem. É antiético citar exemplos negativos, principalmente quando o candidato não está envolvido no episódio. A história pode soar como fofoca e esse não é um comportamento esperado no ambiente corporativo.

4. Postura corporal: Sentar-se com postura “largada”, ombros caídos, pés inquietos e batendo no chão, olhar disperso e mãos segurando a cabeça demonstrando tédio podem fazer você ser desclassificado. O corpo transmite muitas mensagens e os entrevistadores estão prontos para entendê-las. Então, tenha postura correta, mas não force gestos e expressões faciais.

5. Conversas: Evite conversas paralelas quando o facilitador ou os candidatos estiverem falando. Isso denota falta de respeito com o outro e você pode perder explicações importantes sobre o processo seletivo. Tome cuidado quando for responder uma pergunta. Seja claro e objetivo, porém saliente como pode contribuir caso seja o escolhido.

6. Mentiras: Jamais invente cursos ou experiências em seu currículo ou entrevistas. Você poderá ser testado e, caso a empresa perceba a informação incorreta, pode finalizar a participação do candidato tanto na dinâmica, quanto após a contratação. Se não tiver conhecimentos nas áreas solicitadas, mostre seu interesse em aprender.

7. Falta de conhecimento: Procure saber sobre a empresa e o ramo na qual ela atua. Visite sites e faça buscas na Internet. Assim você poderá ter mais idéias de como ela se posiciona no mercado e mostrará interesse ao entrevistador. Não pergunte sobre salários e benefícios no início da conversa. Isso demonstra o interesse maior no dinheiro e não na oportunidade. Porém, se não ficar claro, aborde o assunto antes de finalizar o encontro.

8. Atrasos: Chegar depois do horário não é bom para sua imagem. Calcule o tempo necessário para chegar ao local e conte com os imprevistos. Pesquise se na região há obras ou previsão de chuvas e saia mais cedo nesses casos. A impressão dos candidatos que se atrasam é de falta de comprometimento. Comparecer com 15 minutos de antecedência é o indicado para relaxar antes do início da entrevista.

9. Postura corporativa: As dinâmicas são um momento de avaliação. Evite conversas não relacionadas com a atividade executada. Dar gargalhadas, criticar os demais participantes ou fazer piadas em excesso não são comportamentos esperados pelo selecionador. Também não queira sempre impor suas idéias, mostre sua capacidade de compreensão quando necessário.

10. Falta de participação: Você foi chamado para uma dinâmica de grupo e quer a vaga? Então participe ativamente de todas as atividades. Apenas tome cuidado para não falar demais e deixar os outros candidatos sem espaço. Mostre que você sabe trabalhar em equipe e dê a oportunidade de outras pessoas também se expressarem.

De acordo com Natália Caroline, coordenadora de seleção do Nube, essas dicas são preciosas para quem procura uma oportunidade. “Utilizando esses conhecimentos, com certeza o candidato aumentará sua chance de aprovação em um processo seletivo e de ter mais sucesso em sua carreira”, afirma.

Agora é com você! Guarde esse texto e leia sempre para corrigir seus erros e terá mais sucesso em sua carreira. Boa sorte!


Confira as dicas do Nube para fazer um bom currículo:

“A primeira impressão é a que fica”, já dizia o velho ditado. Um currículo bem elaborado é um diferencial que poderá estimular o entrevistador a convidar você para participar de um processo seletivo. Portanto, invista tempo e prepare-o com capricho!

Confira a seguir algumas dicas preciosas:

1.  Dados pessoais colocados no início facilitam a identificação do candidato. É desnecessário colocar número de documentos ou referências pessoais, exceto quando solicitado pela empresa.

2.  E-mail – Crie um e-mail profissional. Evite e-mails do tipo umagatinha@provedor.com.br

3.  Objetivo – Indique somente uma área de interesse. Caso queira se candidatar a oportunidades de áreas diferentes, é recomendável ter mais de um currículo com objetivos distintos.

4.  Qualificações – Lembre-se de que é um resumo. Destaque no máximo quatro principais qualificações adquiridas em experiências de trabalho formais e informais. Suas inúmeras habilidades poderão ser demonstradas ao longo do processo seletivo.

5.  Formação Acadêmica – Ordene de sua atual ou última graduação para a primeira, obedecendo a seqüência: Curso, Instituição de Ensino, Ano de conclusão ou ano de início e término. Coloque nível técnico ou ensino médio apenas quando for relacionado á formação atual ou área de interesse. O mesmo vale quando já tiver cursado mais de uma graduação.

6.  Experiências Profissionais – Mencione o nome da empresa e o período em que atuou lá. Colocar informações sobre a empresa mostra que você se preocupou em contextualizar quem analisa o currículo. É de muito bom tom usar!

7.  Atividades realizadas – Descreva sua experiência de forma objetiva, sempre respondendo á sigla CAR (Contexto, Ação e Resultado).

8.  Idiomas – Ao citar idiomas, detalhe seu nível de proficiência. Experiências de intercâmbio também são muito valorizadas. Lembre-se disso!

9.  Formação Complementar – Inclua os treinamentos e cursos que fizer, desde que tenham afinidade com a futura área de atuação.

10.  Atividades Complementares – Aproveite esse espaço para valorizar atividades exercidas por você no meio acadêmico e social.

8 responses

25 09 2009
Cecilia Julianna

Boa noite,

Tive visitando o site e adorei todo lay-out e informações, em especial as dicas de cv é o primeiro que vejo tão completo e objetivo.

Obrigada,

Cecilia

22 03 2010
João Ximenes

Olá, concordo com a Cecília: Layout simples, conteúdo completo e bem objetivo.

Meus parabéns !

2 06 2010
Elcer Luis Justolin

Achei extremamente interessante e esclarecedor em vários aspectos. Principalmente para aqueles profissionais mais maduros em tremos de tempo de experiencia profissional e etc’s.

2 06 2010
Paulo Cota

Bom dia,

Muito bom multiplicar essas informações. E por coincidência recebi recentemente um CV de um amigo, o qual eu conheço, sei de seu potencial, conheço sua formação, e posso dizer com todas as letras que se trata de um grande profissional, no enatnto, ao ler seu CV de 4 páginas, foi muito cansativo. E embora eu soubesse que todas informações eram verdadeiras, percebi uma distância entre registrar um pensamento, uma idéia, um projeto, ou qualquer coisa simples e colocar no papel. E pegando carona nesse conceito, quantas vezes durante nosso dia, recebemos e enviamos informações por escrito de forma automática sem perceber os RUÍDOS, e estes, certamente impossibilitam o bom andamento de um trabalho, seja a compra de um equipamento, uma indicação de emprego, etc.
A partir de agora, quando escrevermos alguma coisa, antes de enviar, vamos nortear alguns amigos e pergunte á eles: Está claro o que eu escrevi?

Grande abraço e sucesso
Paulo Cota

12 10 2010
Vlamir

Parabéns e obrigado pelo excelente modelo de currículo e dicas, pois foram de grande utilidade, resumido, com as informações relevantes.
Vlamir

20 10 2010
Amarildo D. Calderon

Gostei da dica….Valeu e Obrigado…

6 11 2010
Danielle

Bom estou fazendo um curso que tem duração de dois anos,eu tenho q colocar no meu cv,ou nao pq eu nao conclui ainda.

12 11 2010
Rh Automotive

Olá Danielle,

É interessante colocar sim em seu CV.
Coloque quando começou e quando irá terminar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: