Paraná pode sediar nova indústria sueca da área automotiva

26 01 2011

Representantes do grupo Leax foram recebidos por dirigentes da Fiep, governo do Estado, prefeitura de Curitiba e Sindimetal

A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) está intermediando as negociações para a instalação de uma nova indústria sueca no Estado. Trata-se da Leax, fabricante de peças automotivas, que já fornece para algumas montadoras instaladas no Brasil, entre elas a Volvo e a Scania. Representantes da empresa estiveram esta semana na sede da Fiep, onde foram recebidos pelo vice-presidente da entidade, Hélio Bampi, além de dirigentes do Sesi, Senai e IEL e ainda representantes do governo do Paraná, da prefeitura de Curitiba e do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e Mecânicas do Paraná (Sindimetal).

“Nos sentimos muito bem acolhidos e recebemos informações importantes para a nossa escolha”, disse Odd Rorstad, representante comercial da Leax no Brasil. Segundo ele, há grandes chances de a empresa se instalar no Paraná, mais especificamente na Região Metropolitana de Curitiba, mas outros Estados brasileiros também estão sendo visitados. Rorstad informou que já está agendada para fevereiro a vinda dos executivos suecos Hans Jansson e Frank Johansen, líderes do projeto no Brasil. Eles serão recebidos por dirigentes da Fiep, do governo do Estado e prefeitura de Curitiba, para conhecer mais detalhes da realidade paranaense.

“Temos clientes no Brasil, inclusive aqui no Paraná, e queremos estar próximos destes clientes”, informou Rorstad, justificando o interesse do grupo em se instalar no Brasil. Além disso, o grupo sueco considera o Brasil um país com muito potencial de crescimento. Por isso, pretende investir no País, além da Índia, que também está nos planos de expansão da empresa.

Atração de investimentos – “Nosso propósito é cativá-los e fazê-los decidir pelo Paraná”, disse Hélio Bampi, vice-presidente da Fiep. Segundo ele, o Paraná está há muitos anos com tímida atração de investimentos e este quadro precisa ser revertido. Na reunião, os representantes da empresa sueca conheceram a estrutura do Sistema Fiep e o que pode ser oferecido em termos de qualificação de mão de obra, consultoria tecnológica, recrutamento e seleção de executivos e gestão de pessoas. O representante da Secretaria de Indústria e Comércio, João Percy Hohmann, falou sobre os incentivos fiscais, como dilação de prazo para recolhimento de ICMS e taxas diferenciadas de energia elétrica, como atrativos para empresas estrangeiras se instalarem no Estado.

O presidente do Sindimetal, Alcino de Andrade Tigrinho, também participou da reunião e informou aos suecos que há 12 anos o sindicato desenvolveu o programa “Paraná Automotivo” para preparar as empresas locais para a chegada de indústrias estrangeiras. “As empresas que vêm de fora são vistas como ameaça por alguns e como oportunidades por outros. Nós estamos agora de braços abertos para recebê-los” disse Tigrinho.

Fonte: http://netmarinha.uol.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=37872:parana-pode-sediar-nova-industria-sueca-da-area-automotiva&catid=15:outras&Itemid=7


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: