Foi promovido? 7 passos para encarar a nova função

3 12 2010

De acordo com pesquisa, boa parte dos novos executivos não estão preparados para um cargo de gestão

Getty Images

Corredor Corrida sem foco: 74% dos executivos não sabem como podem contribuir para o sucesso da organização

São Paulo – Diante das promessas econômicas favoráveis para os negócios no Brasil, as companhias em operação no país estão fazendo de tudo para manter os melhores profissionais em seu quadro de funcionários. Mas é preciso cautela diante das tentadoras propostas de melhores remunerações. Quem se atenta apenas para os benefícios financeiros têm 57% mais chances de se desiludir na nova posição.

É o que indica pesquisa da Development Dimensions International (DDI) divulgada recentemente. Segundo o estudo, apenas 11% dos executivos chegaram a um cargo de gestão por meio de um programa de desenvolvimento interno. Para completar, do total de profissionais que participaram da pesquisa, 57% admitiram que aprenderam mais pelo método “tentativa e erro”.

Isso significa que os profissionais estão chegando mais despreparados aos cargos de gestão e, pior, sem ter muita noção das exigências da nova função. “Constatamos que, no primeiro ano como gestores, os executivos enfrentaram muita angústia, confusão e pouca clareza do que realmente precisavam fazer”, diz Neil Suchman, country manager da DDI no Brasil.

A pesquisa constatou que os novos executivos não estavam prontos para ações básicas como repreender um funcionário por baixo desempenho, contratar um novo profissional ou simplesmente agir como chefe de seus antigos pares.

O sentimento de apreensão, contudo, não ficou restrito apenas aos primeiros anos como gestores. De acordo com a pesquisa, 74% dos executivos não sabiam muito bem como poderiam contribuir para o sucesso da organização.

“Liderança não é para qualquer pessoa”, afirma Daniela do Lago, especialista em liderança e professora da Fundação Getúlio Vargas. “As pessoas acham que são bem sucedidas apenas quando conquistam um cargo de gestão”.

Mas a realidade não é bem assim. Por meio das políticas de crescimento em Y, é possível crescer em uma carreira mais técnica sem necessariamente assumir um cargo de liderança.

Diante de uma proposta de promoção, é preciso atentar para alguns pontos. Para isso, EXAME.com listou sete pontos essenciais para passar por esse período de transição.

1. Seja coerente com suas aspirações
Antes de topar qualquer proposta da empresa, é preciso saber bem o que você quer para a sua própria carreira. E, nessas horas, a dica é ser honesto consigo mesmo e com a empresa. Se você sempre planejou uma carreira longe das funções administrativas, não se iluda. Converse com seu superior e proponha uma trajetória mais coerente com aquilo que planejou.

2. Salário não é tudo
Pode parecer mantra de avó, mas é fato: conta mais abastada não é sinônimo de felicidade. Antes de cair na tentação de deslumbre com a proposta de salário, procure descobrir, em minúcias, quais serão suas reais atribuições. Nessa hora, a regra é partir para um cálculo simples de custo-benefício. Investigue o tamanho da equipe que você irá comandar, as metas definidas para o setor e, principalmente, a quem você irá se reportar.

3. Dê um drible no narcisismo
Conquistar uma promoção, evidentemente, mexe com o ego de qualquer um. De acordo com pesquisa da DDI, 72% dos executivos afirmaram que não questionaram sua atuação durante o primeiro ano como gestores de determinada área. Essa postura, digamos, pouco crítica pode ser fatal para a construção de uma carreira consistente, Sem humildade para avaliar seu próprio trabalho, é quase impossível diagnosticar seus pontos fracos para desenvolvê-los.

 

Divulgação

4. Estilo de gestão  

4. Invista em treinamento
Ninguém aprende a lidar com este novo contexto da noite para o dia. É preciso treinamento e muita disposição para aprender. No mercado, atualmente, existem vários cursos voltados para o treinamento de executivos e liderança. A dica é: descubra seus pontos fracos e parta em busca de meios para solucioná-los.
5. Encontre um mentor
Neste processo, não tenha vergonha de pedir por ajuda. Encontre alguém de confiança que tenha mais experiência na mesma função que você. Pode ser um professor, seu gestor ou mesmo alguém de outra área. Compartilhe suas dúvidas e tente aprender com as vivências dele. “É preciso estimular seu networking dentro da organização e escutar, obviamente”, afirma Suchman, da DDI no Brasil. Há também consultorias especializadas neste processo. “O trabalho do coaching é focar no desenvolvimento de questões pontuais da sua carreira no dia-a-dia”, diz Daniela.
6. Conheça sua equipe
Assim que assumir a nova função conheça detalhadamente cada membro da equipe com quem você trabalhar. Se eles eram seus antigos colegas de trabalho, tenha uma conversa franca e defina bem os papeis. “Cada pessoa obedece a um estímulo diferente. Como líder, seu papel será criar uma motivação para cada um”, afirma Daniela.

7. Aprenda a delegar
No processo de transição de um cargo mais técnico para outro de liderança, todo profissional precisa aprender a lição do desapego. É preciso confiar no trabalho dos outros para não ficar sobrecarregado. Para isso, é fundamental, novamente, entender qual a lógica de trabalho de cada membro da sua equipe e dividir com eles as responsabilidades. “A ideia também não é largar o trabalho no colo do outro e esperar por resultados”, diz Daniela. “Mas caminhar junto com cada profissional na execução da tarefa”.

Fonte: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/foi-promovido-saiba-como-encarar-a-nova-funcao?page=2

 


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: