Quer aumento salarial? Apresente resultados e não deixe de pedir

16 11 2010

O que vou escrever agora é totalmente contrário ao que os livros de liderança e administração dizem. Geralmente lemos que “se você tiver de pedir um aumento salarial, isso já é um sinal de que você não o merece”. Eu particularmente discordo desta afirmação. A maioria dos livros de liderança discorre sobre a realidade de empresas que trabalham por meritocracia.

Mas, o que é meritocracia? Ela acontece quando a empresa já tem bem estruturado um método de avaliação por desempenho e, portanto, sabe medir desempenho e produtividade dos colaboradores. Logo, fica mais fácil saber quem merece o tal do aumento salarial. Na meritocracia os funcionários também sabem que serão recompensados pelo bom trabalho apresentado.

No Brasil, de acordo com a minha experiência, as empresas que trabalham corretamente com avaliação por desempenho ainda são minoria. Então, se você não trabalha em uma empresa meritocrática, trabalha numa organização que, na prática, não tem uma política de aumento salarial tão assertiva assim, cabe a você batalhar pelo reconhecimento de seu trabalho.

Não há fórmula mágica para ser usada na hora de pedir um aumento de salário. Porém, antes de tocar nesse assunto, você deve se preparar, pensar bem e sentir que é a hora certa. Já presenciei situações constrangedoras, em que os próprios colaboradores se colocaram em saias justas ao pedirem aumento salarial. Isto porque não pega bem tocar em certos assuntos na hora de pedir um aumento. Não caia nessa, pois com certeza não conseguirá o que deseja.

Veja alguns assuntos que não devem entrar nessa conversa:

1- Eu também mereço um aumento salarial! Não faça comparações desse tipo. Quem disse que merecer é critério para alguma coisa? Eu sei que você merece ser reconhecido e valorizado pelo que faz, mas para isso acontecer na empresa é preciso mostrar resultados. Não se trata de merecimento e, sim, de resultados. Essa dica pode não agradar muitas pessoas, mas queiramos ou não, reflete o pensamento de muitos empresários: fazer corretamente as tarefas é apenas a obrigação de todo bom profissional. E me refiro também a obrigações como não faltar, chegar no horário, cumprir horário de almoço, cuidar dos seus pertences na empresa etc. Portanto, nem pense em colocar essas obrigações em suas justificativas.

2- Crise das contas a pagar: Todos temos despesas para pagar. Acontece que as dívidas contraídas foram escolhas suas. De nada adianta expor seus problemas pessoais como: “minhas despesas em casa estão mais altas”, “a escola dos meus filhos aumentou a mensalidade”, “comprei um carro e tenho agora prestações para pagar”. Seria o mesmo que jogar esse problema para seu chefe resolver. Não vá por esse caminho.

3- Nunca diga que tem outras propostas fora dali se não for verdade: Não coloque seu chefe contra a parede e muito menos se coloque numa armadilha da escolha do tudo ou nada. O objetivo é ter uma conversa amigável, tranquila e não definitiva.

4- Minhas ideias são espetaculares: Alguns profissionais me confidenciam que têm ideias maravilhosas para executar na empresa, mas que não têm chance para colocá-las em prática. Ter ideias boas apenas na cabeça de nada adianta. O mundo corporativo não premia o pensamento, premia a ação! Você deve fazer algo para ser premiado por isso.

Estes são argumentos que não devem ser ditos na hora de pedir um aumento. Portanto, indico apenas dois passos preciosos para alcançar o desejado aumento salarial:

Primeiro passo: entregue mais. – O que isto quer dizer? Apresente mais resultados. Faça mais do que foi contratado para fazer. Vamos analisar sob a perspectiva da empresa: Para fazer jus a um aumento de salário é necessário que uma pessoa não apenas execute bem as tarefas sob sua responsabilidade. É preciso que ela agregue valor à empresa e, claro, traga lucro aos acionistas.

Segundo passo: hora de pedir o aumento! – Após entregar mais resultados, você terá como demonstrar e exemplificar as razões do seu pedido de aumento salarial. Vá até seu chefe e peça o tal aumento. Fale para ele dos resultados adquiridos recentemente.

Agora, e se o chefe disser não? Em qualquer situação, comporte-se com maturidade e mentalidade aberta, mas não deixe a conversa morrer ali. Este é o momento ideal para negociar. Caso seu chefe fale que não é o melhor momento para te dar o aumento, pergunte o que você deverá fazer para melhorar o seu desempenho e pergunte em quanto tempo poderá conquistar o aumento.

E se o chefe falar que nunca lhe dará o aumento desejado? A boa nova é que você já sabe que não vai conquistar o salário que deseja trabalhando nesta empresa. Agradeça a sinceridade do seu chefe, planeje-se e comece a buscar novas oportunidades. O que você prefere: dedicar-se a um trabalho que não lhe renderá os ganhos que busca ou saber da real situação e poder mudar o rumo de sua carreira?

Pense a respeito, bom trabalho e mostre resultados!

 

Daniela do Lago – Emprego Certo

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: