OS NOVOS DESAFIOS DA EMPRESA DO FUTURO

22 03 2010

As empresas em geral, tem passado por profundas transformações em sua estrutura organizacional.

No ínicio do século passado, as empresas trabalhavam de forma vertical e hierárquica.

O profissional desde o ínicio de sua carreira, sabia quantos anos precisaria trabalhar para assumir cada posto, quais cursos eram necessários para subir alguns degraus, e quando o mesmo ia se aprofundando em conhecimento e técnica, não era permitido que ele fizesse nada além daquilo que havia sido estipulado pela empresa e pelo seu gerente (antigamente não havia gestores e sim gerentes).

Com o advento da técnologia e internet, o conhecimento e as informações tem se tornado cada dia mais acessível a todos.

A empresa do século XXI será
organizada em torno de seus processos e
centrará seus esforços em seus clientes .
Ela será agil e enxuta, seis jobs exigirão
conhecimento do negócio, autonomia,
responsabilidade e habilidade na tomada
de decisões. Nela não haverá oportunidade
para os profissionais tradicionais, aqueles que
as empresas preparam durante tanto tempo e
que hoje tripulam as organizações.

Os modelos antigos de empresa, tanto no ponto de vista da estrutura organizacional, como no de gestão de pessoas, não funcionam mais.

Hoje o mais importante, não são os maquinários e tecnologia e sim os profissionais.

Se eu te fizesse uma pergunta simples:

Como ser a melhor empresa do mundo?

A resposta é facil e óbvia… Contrate os melhores profissionais do mundo.

O primeiro pensamento que vem a mente, é o custo, e nunca o benefício. É por isso que tantos excelentes profissionais trocam de empresas como trocam de roupa, pois sempre tem empresas que pagam muito bem, para aqueles profissionais que são feras no que fazem.

Eis uma pergunta, uma provocação:

Você quer receber o que os feras deste mercado recebem ou o que os medíocres recebem?

Lembrando que a palavra medíocre, foi deturpada por nosso sociedade, e o real significado dela, é mediano.

Transformar as empresas de hoje
em organizações como elas devem ser,
implica em transformar profissionais
executantes de tarefas em profissionais
de processos.

Hoje as estruturas das empresas, são horizontais. O profissional tem que ter controle daquilo que faz, das atividades que executa, ele não pode ser um mero executor e sim um gestor de sua área, trazendo soluções e gerando resultados. Ele será reconhecido e remunerado por seu desempenho e resultados.

Todas estas transformações alteram significativamente o planejamento estratégico das organizações e também o perfil dos profissionais de cada área.

As empresas do século XXI tendem a ter um quadro de funcionários mais enxuto, com menor níveis hierárquicos, um quadro mais ajustado as necessidades da organização, terceirização de serviços e organização por processos.

O engraçado é que quando se começa a analizar o mercado, as empresas, nota-se que muitas delas trabalham de forma muito arcáica e os profissionais que nela atuam, tendem a perder mercado e qualificação.

E você, como tem analizado estas transformações?
Sua empresa atua de forma veritical ou horizontal?
Trabalha com gerentes de áreas ou gestores?
Como trabalhar junto com a empresa para proporcionar esta mudança?

Equipe Rh Automotive
http://www.rhautomotive.com.br


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: