Plascar projeta mercado equivalente ao de 2008

1 09 2009

André Nascimento, CEO e presidente da Plascar, acredita que começam a diminuir os efeitos nocivos da crise internacional sobre o setor de autopeças no Brasil. Fabricante de componentes plásticos para a indústria automobilística, a empresa de Jundiaí, SP, projeta um avanço da receita de 5% em 2009, para R$ 580,7 milhões. O executivo estima que o faturamento está em crescimento e deve atingir R$ 695 milhões em 2011. Em entrevista a Automotive Business ele elogiou a ação rápida do governo em promover um estímulo às vendas de veículos por meio da redução do IPI. “O que falta agora é maior oferta de crédito no mercado, para financiar o desenvolvimento de tecnologias, a inovação, a produção nas empresas e também as operações no varejo” – destacou. Readquirindo o otimismo com o reaquecimento do mercado de veículos leves (o mês passado foi o segundo melhor março da história) a empresa chamou de volta 400 dos 700 trabalhadores que dispensou no final do ano passado. “Se o ritmo atual se mantiver até o final do ano vamos repetir o volume de produção de 2008” – prevê Nascimento, que já planeja convocar novos empregados incluídos nos cortes de dezembro. Há 2.768 postos de trabalho ocupados hoje. A Plascar, que destina 5% de seus produtos manufaturados para o Exterior e está empenhado em colocar sua marca na linha de produção da maioria das montadoras locais. A empresa confirmou também que pretende manter os investimentos de R$ 60 milhões previstos para este ano em pesquisa e desenvolvimento. A empresa é vista como inovadora no setor e avalia soluções diferenciadas como rodas de plástico. A Plascar abastece o mercado brasileiro a partir das fábricas em Jundiaí, SP, Betim e Varginha, em Minas Gerais. As duas últimas foram posicionadas em território mineiro especialmente para atender as encomendas da Fiat Automóveis, que recebe cerca de seis mil parachoques todo dia. Outra unidade de produção está na Argentina, em Pilar.

Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br/noticia_det.asp?id_noticia=3249
01/09/2009 – 15h09

Segundo o Marcelo Roemer, diretor da Roemer Automotive Hunting do Brasil, projeta que o setor automotivo ao final de 2009 será como o de 2008, período que antecedeu a crise. “As empresas estão voltando a contratar , o mês de agosto foi 70% acima do esperado”

Já Jefferson Ricardo Diretor do site http://www.rhautomotive.com.br, (site destinado a profissionais do setor automotivo) comenta que as vagas tiveram no ultimo bimestre um aumento de 40%. “Somente neste ultimo mês, tivemos a abertura de algo em torno de 400 vagas, sendo que 75 vagas foram somente nesta ultima semana.”

Com isso podemos comprovar que o mercado realmente tem se reaquecido, as empresas tem voltado a contratar e os dias de nebulosidade estão finalmente chegando ao fim.

Rh Automotive
www.twitter.com/rhautomotive
www.rhautomotive.com.br


Ações

Information

2 responses

2 09 2009
Marcelo

Realmente o Brasil fez a lição de casa
2009 terminará muito bem

17 09 2009
Freitas

Com esta entrevista do presidente da Plascar Sr. Andre Nascimento, que tem uma previsão semelhante a do ano passado, realmente isto nos deixa bem conformtavel em dizer que o pior da crise ja passou, parabens pelo trabalho tanto do site como do Sr. Andre.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: